O que
Historicamente, desde os primórdios das civilizações, o tarô vem sendo utilizado como orientação e como ferramenta singular para desvendar o oculto e os segredos da vida das pessoas. As lâminas representam símbolos que, no conjunto, formam uma centelha energética que, associada ao arquétipo vibratório das pessoas, desvendam coisas do passado, presente e futuro.
Podemos dizer que o tarô não é simplesmente uma adivinhação ou um lance de vidência, mas, sim, um oráculo baseado no processo do intelecto do ser humano, dos fatos naturais e ocorrências do passado, presente e futuro.
Sem nenhuma pretensão de mudar os ritos do tarô tradicional e sem nenhum objetivo de polemizar interpretações e técnicas que ao longo do tempo os povos vêm se utilizando, o Tarô Azul foi materializado a partir de uma energia criadora, buscando restabelecer um perfeito equilíbrio entre os aspectos físicos e energéticos nas situações, circunstâncias ou acontecimentos com os quais nos confrontamos.
O tarô se divide em Arcanos Maiores e Menores. Arcano, em seu significado estrito da palavra, significa tanto segredo como mistério. Primeiramente, é necessário aprender e compreender a linguagem dos símbolos para descobrir os segredos ocultos nas cartas do tarô e as mensagens que revelam as suas combinações.
Aqui, como a pretensão é usá-lo de forma prática, apresentamos somente os Arcanos Maiores, aqueles que se relacionam com a vida, o arquétipo das idéias que indicam a vontade humana, seus anseios, conceitos, potencialidades e probabilidades.
  1.  Tirar Cartas
  2.  Como Utilizar
  3.  Portal Oráculo